Projetos de formação têm o objetivo de suprir o déficit educacional e atender a demanda por profissionais qualificados.

Uma pesquisa realizada pela Fundação Nacional da Qualidade (FNQ), feita com líderes de 137 empresas brasileiras, revelou que 88% deles encontram dificuldades para contratar profissionais qualificados e, em função disso, 92% procuram investir em projetos de capacitação de seus funcionários.

Ainda de acordo com o estudo, 59% dos entrevistados informaram que também desenvolvem e oferecem programas de formação para pessoas que não trabalham na empresa. Para Jairo Martins, superintendente-geral da FNQ, esse e os demais dados mostram que as organizações têm atuado além de sua vocação básica de prover produtos e serviços competitivos. “Os empresários agora se juntam aos governos e às escolas na busca por uma solução para suprir esta lacuna educacional, compreendendo a importância de sua atuação em prol de grandes temas essenciais ao desenvolvimento do Brasil”, conclui o executivo.

O levantamento mostrou também que praticam ente todos os entrevistados (97%) consideram que existe uma relação direta entre a formação e o desempenho profissional, ou seja, quanto mais um funcionário for capacitado, melhor será sua performance e atuação no trabalho.


Fonte: *Essa notícia foi publicada no site Você RH, em 29/08/2012